Menu Principal

Empréstimo como conseguir

crefisa-emprestimo-pessoal-5Hoje em dia há diversos tipos de empréstimos no mercado. Com isso, tudo depende muito da necessidade de cada pessoa para que o empréstimo seja realizado da maneira mais vantajosa e adequada.

No caso de profissionais liberais, autônomos, assalariados entre outros, o empréstimo pessoal é amaneira mais simples e rápida de se conseguir dinheiro. Claro que alguns cuidados devem ser tomados, como checar a idoneidade da instituição financeira, qual oferece a melhor taxa de juros e o número de parcelas que terão que ser pagas.

Já no caso dos pensionistas, servidores públicos, militares e aposentados, o empréstimo consignado é uma boa opção. Isso porque, o pagamento das parcelas mensais é descontado diretamente na folha de pagamento e, a vantagem desta modalidade, são as baixas taxas de juros, quando comparada a outros tipos de empréstimo.

No empréstimo com cheque especial, o banco no qual o cliente possui conta corrente disponibiliza um crédito pré-aprovado de acordo com o perfil do correntista e pode ser usado em qualquer momento. Porém, as taxas de juros tendem a ser muito maiores, o que deixa de ser vantajoso em muitos momentos.

Há também o empréstimo rotativo, no qual é feito pelo cartão de crédito, quando se paga apenas o valor mínimo da fatura. O grande problema desta modalidade são as exorbitantes taxas de juros cobradas pelo banco. Portanto, esse tipo deve ser evitado e feito somente em caso de extrema urgência.

Em todas essas modalidades citadas acima, as instituições financeiras realizam consultas aos órgãos de proteção ao crédito, como SPC, Serasa, entre outros.

Agora, quem estiver como o nome “sujo” e pretende fazer um empréstimo, o ideal mesmo é limpar o nome nos órgãos de proteção ao crédito, mas isso nem sempre é possível, pois a necessidade do empréstimo, muitas vezes, é para quitar dívidas. Quem não se enquadra no grupo de pessoas para fazer um empréstimo consignado, no qual as taxas de juros são menores e a cobrança é feita diretamente da folha de pagamento, a saída é procurar um avalista ou fiador de confiança, que deverá assinar o contrato de empréstimo. Deste modo, é muito importante estar ciente que por se tratar de um empréstimo de alto risco de inadimplência para as instituições financeiras, as taxas de juros praticadas serão bem maiores do que os empréstimos comuns.

Mesmo na hora do desespero, fique atento às empresas que afirmam emprestar dinheiro sem a consulta em órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, pois nenhuma empresa honesta empresta quantias monetárias com tanta facilidade sob um alto risco de inadimplência. Na grande maioria das vezes, o golpe dessas empresas é solicitar um pagamento adiantado, com a desculpa de um seguro de garantia e depois somem e a pessoa não consegue mais achar essas supostas empresas. Casos como esses são muito mais comum do que se imagina e a pessoa que achou que ia resolver um problema, acaba entrando em um maior ainda.

Portanto, vale ressaltar que, em momentos de desespero, é melhor recorrer a seus familiares e seus amigos. Só faça um empréstimo se realmente estiver precisando do dinheiro, pois o que pode parecer à salvação de seus problemas acaba se tornando o grande vilão da história.

, , ,